Arquivo da categoria: Cruz e Souza

Supremo Verbo

Vai, Peregrino, Faz da Tua Alma Uma Lâmpada do Cego Cruz e Souza   00000000000000000000000000000000000000000 Nota Editorial de 2017: O poema a seguir é reproduzido da obra “Sonetos Brasileiros”, coletânea organizada por Laudelino Freire, Officina Polytechnegraphica de M. Orosco & … Continue lendo

Publicado em Cruz e Souza | Comentários desativados em Supremo Verbo

Dois Poemas Místicos

O Céu, o Êxtase e a Iniciação Cruz e Souza O poeta catarinense João da Cruz e Souza (1861-1898)   1.O Grande Momento Inicia-te, enfim, Alma imprevista, Entra no seio dos Iniciados. Esperam-te de luz maravilhados Os Dons que vão te … Continue lendo

Publicado em Cruz e Souza | Comentários desativados em Dois Poemas Místicos