Arquivo da categoria: Afonso Lopes Vieira

A Bússola e o Norte

Afonso Lopes Vieira   00000000000000000000000000000000000000000000000 Nota Editorial: Nos versos a seguir, a agulha que aponta para o Norte corresponde a antahkarana, a ponte entre eu superior e eu inferior, sempre voltada para o Norte que é a evolução a caminho … Continue lendo

Publicado em Afonso Lopes Vieira | Comentários desativados em A Bússola e o Norte

O Ninho

Afonso Lopes Vieira    Subiu àquela árvore perfeita, – que dá flor e dá fruto e os ramos deita para espalhar a sombra e ser o abrigo de toda a ave que vem ter consigo, – subiu àquela árvore a … Continue lendo

Publicado em Afonso Lopes Vieira | Comentários desativados em O Ninho

Bolas de Sabão

Cada Indivíduo é um Resumo do Universo Inteiro  Afonso Lopes Vieira 000000000000000000000000000000000000000000 Nota Editorial: A obra “A Doutrina Secreta”, de Helena Blavatsky, descreve o universo como uma série infinda de globos, todos impermanentes mas dotados de aparente realidade e válidos … Continue lendo

Publicado em Afonso Lopes Vieira | Comentários desativados em Bolas de Sabão

Nuvens

Afonso Lopes Vieira 000000000000000000000000000000000000 Nota Editorial: O poema a seguir é um pequeno tratado sobre a arte de olhar para o céu como um espelho da alma. Constitui um estudo sobre o lado transcendente do ciclo das águas, e aborda … Continue lendo

Publicado em Afonso Lopes Vieira | Comentários desativados em Nuvens

Uma Semente

Memórias da Reencarnação de uma Planta Afonso Lopes Vieira No gesto de amor que a terra semeia, na loura mancheia do semeador, – rolei para o fundo. No escuro profundo da sombra pesada que lá me envolvia, fiquei desmaiada; julguei … Continue lendo

Publicado em Afonso Lopes Vieira | Comentários desativados em Uma Semente