O Dhammapada

Com Notas Explicativas e um Breve
Ensaio Sobre o Pensamento de Buddha


Estátua de Buddha esculpida em uma montanha em Mengshan, na China

 

Nota da Edição Luso-Brasileira Online de 2016

A palavra “Dhammapada” significa, literalmente, Caminho [pada]  da Lei [dhamma].  Esta não é a única tradução possível. A palavra páli “Dhamma” − que corresponde à palavra sânscrita “Dharma” − significa não só “lei”, mas também “virtude”,  “dever”,  e “característica essencial de um ser”. 

Com 423 versículos distribuídos por 26 capítulos, o “Dhammapada” budista não constitui apenas uma obra-prima da literatura universal. Devido ao valor permanente do seu conteúdo, ele é um dos livros mais lidos de todos os tempos, e tudo indica que não perderá esta posição no futuro.  

As numerosas edições do “Dhammapada” nos idiomas ocidentais não apresentam diferenças essenciais entre si, mas apenas de ênfase e de clareza.  A versão que publicamos a seguir é a preparada pela Loja Unida de Teosofistas e publicada originalmente pela “Theosophy Company”, de Los Angeles. Esta é a única edição que oferece o ponto de vista da filosofia esotérica. Ela situa no amplo contexto da cultura humana a sabedoria deste manual prático para uma vida correta, que é, sem dúvida, a mais famosa obra clássica do budismo. 

Clique aqui para ler
O Dhammapada   em PDF

000

Sobre o mistério do despertar individual para a sabedoria do universo, leia a edição luso-brasileira de “Luz no Caminho”, de M. C.

Com tradução, prólogo e notas de Carlos Cardoso Aveline, a obra tem sete capítulos, 85 páginas, e foi publicada em 2014 por “The Aquarian Theosophist”.

000

Esta entrada foi publicada em The Aquarian Theosophist. Adicione o link permanente aos seus favoritos.