A Informação Solidária

 A Comunicação Social
Como Prática de Uma Nova Ética

Carlos Cardoso Aveline


Edição de 2001 de “A Informação Solidária”, com 85 pp.

 

Carlos Cardoso Aveline discute
em A Informação Solidária o papel do
jornalismo como organizador da mentalidade
e do carma  da sociedade brasileira. Mas Aveline
propõe também formas concretas de ação para que
os meios de comunicação passem a expressar melhor o
rápido crescimento que ocorre hoje tanto na alma individual
de  cada cidadão como na alma coletiva do nosso país.

(Da contra-capa da edição de 2001)
 

Prefácio da Edição Online de 2013, em PDF

Dina Cristo

No início do terceiro milênio, Carlos Cardoso Aveline, jornalista e teósofo brasileiro, anuncia em “A Informação Solidária” um novo paradigma da comunicação social, baseado num aprofundamento do compromisso ético.

O cumprimento da profissão noticiosa com sentimento de dever e boa vontade são as novas estruturas para o despertar colectivo; com maior consciência e responsabilidade, quer do emissor quer do receptor. Ambos ficam mais próximos, mas também mais autônomos, criativos e construtivos na procura de soluções e alternativas aos problemas humanos.

Independentemente da internet e da tecnologia, o livro prenuncia a revolução dos conteúdos, centrados na arte de viver corretamente, contribuindo para a eliminação das causas da dor e sofrimento, espalhados pela imprensa dos velhos tempos e na sua poluição psicológica.

A informação dos novos tempos, mais equilibrada e moderada, prescinde da novidade e da urgência em benefício da importância das notícias. Trata-se de “media” comprometidos com a nova civilização global e fraternal, politicamente participativa, socialmente justa e ecologicamente sustentável.

A proposta corresponde ao novo modelo de Alta Informação, Transpessoal, Lenta, Profunda e Holística, centrado no essencial, útil e verdadeiro. Embora integre traços de vários tipos de jornalismo menos convencionais, como a informação alternativa, colaborativa, positiva, pública, social e de responsabilidade social, ela transcende-os.

Parte do princípio de que existem recursos suficientes, aproveita os novos meios e põe-nos ao serviço dos interesses superiores coletivos, objetivo hoje coadjuvado pela web, nomeadamente no seu âmbito cooperativo e ético.

Inspirada em movimentos como a ecologia profunda ou a economia social, a ideia da obra deixou de ser meramente inspiradora de projetos como o Aqui & Agora, para passar a terrenos mais amplos e visíveis como é o caso, em Portugal, da  Visão Solidária.

Coimbra, Portugal, 1 de Dezembro de 2013.

Dina Cristo

Autora do livro “A Rádio e o Declínio do Regime de Salazar e Caetano (1958-1974)”, edições Minerva Coimbra, 2005, 148 pp.

Clique Aqui para Ler
“A Informação Solidária” em  PDF

000

Leia os artigos “O SerAtento Como Comunicação Social” e “Os Livros de Carlos Cardoso Aveline”. Ambos estão disponíveis em nossos websites associados.

000

Esta entrada foi publicada em Carlos Cardoso Aveline. Adicione o link permanente aos seus favoritos.